Repositório Científico do Instituto Nacional de Saúde >
Departamento de Promoção da Saúde e Prevenção de Doenças Não Transmissíveis >
DPSPDNT - Apresentações orais em reuniões nacionais >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10400.18/662

Título: Caracterização bioquímica e molecular de doentes com diagnóstico clínico de Dislipidemia Familiar Combinada
Autor: Santos, T.
Rato, Q.
Gaspar, I.M.
Guerra, A.
Rico, M.T.
Sequeira, S.
Silva, J.M.
Bourbon, M.
Palavras-chave: Dislipidemia
Lipoproteínas
sdLDL
Risco Cardiovascular
Doenças Cardio e Cérebro-vasculares
Issue Date: Apr-2011
Editora: Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, IP
Resumo: A Dislipidemia Familiar Combinada (FCHL) é uma doença poligénica caracterizada por hiperlipidemia simples ou combinada, variabilidade intra-individual e intra-familiar do perfil lipídico, ApoB elevada (> 120 mg/dL) e risco elevado de doença cardiovascular (DCV). A sua causa é desconhecida mas alterações nos genes LPL, APOAIV, APOAV, APOCIII e USF1 parecem contribuir para o seu fenótipo. O objectivo deste estudo é caracterizar bioquímica e molecularmente doentes com diagnóstico clínico de FCHL. Todos os exões e promotor dos genes LPL, APOAIV, APOAV, APOCIII e regiões do gene USF1 (s1,s2) de 41 doentes foram amplificados por PCR e sequenciados. O colesterol total (CT), c-LDL, c-HDL, sdLDL, trigliceridos (TG), apoB e apoCIII foram determinados num aparelho automatizado. Em alguns doentes as sdLDL foram também analisadas por electroforese de lipoproteínas. A ApoAIV e ApoAV foram quantificadas por ELISA. Foram encontradas alterações genéticas em 37 doentes, 3 não descritas (APOAIV Q359_E362, APOAV D332fsX336 e APOCIII 3269C>A). O índex com a alteração Q359_E362del apresentou valores normais de apo AIV (15.5 mg/dL) e o índex com a alteração D332fsX336 apresentou valores baixos de apo AV (74.5 ng/mL). Os doentes estudados apresentam valores elevados de CT (285 ± 83 mg/dL), c-LDL (189 ± 85 mg/dL), TG (310 ± 253 mg/dL), e apo CIII (15 ± 4 mg/dL) e valores reduzidos de c-HDL (45 ± 11 mg/dL), sem medicação. Os valores de apoAIV (17,5 ± 10,4 mg/dL) e apoAV (150 ± 135 ng/mL) encontram-se, na maioria dos casos, no intervalo normal assim como os valores de sdLDL (35 ± 18 mg/dL), no entanto alguns casos apresentam valores acima do cut-off para DCV (35 mg/dL). A análise de sdLDL por electroforese foi realizada em 11 doentes, 9 dos quais apresentaram um perfil aterogénico. O valor médio de ApoB destes doentes era de 94 ± 43 mg/dL, mas aproximadamente 70% dos doentes estavam medicados com terapêutica hipolimiante (estatinas e/ou fibratos). Cerca de 30% dos doentes apresentavam DCV prematura. Os resultados obtidos parecem indicar que alterações nos genes estudados influenciam o fenótipo da FCHL. Os níveis séricos de apo CIII encontram-se alterados nesta dislipidemia. Doentes com FCHL, apesar de estarem medicados, apresentam valores elevados de sdLDL, evidenciando o seu elevado risco cardiovascular. A caracterização bioquímica complementa a identificação genética e permite uma melhor avaliação do risco cardiovascular do doente bem como a escolha de uma terapêutica adequada.
URI: http://hdl.handle.net/10400.18/662
Appears in Collections:DPSPDNT - Apresentações orais em reuniões nacionais

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Caracterização bioquímica.pdf13 kBAdobe PDFView/Open

Please give feedback about this item
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © 2010 www.insa.pt - Todos os direitos reservados | Feedback Ministério da Saúde
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia