Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.18/5582
Título: Teor de sal em diferentes categorias de alimentos: a realidade portuguesa comparada com outros países europeus
Outros títulos: Salt content in different food categories: the Portuguese reality compared to other European countries
Autor: Brazão, Roberto
Vargues, Andreia
Fernandes, Paulo
Dias, M. Graça
Palavras-chave: Alimentação Saudável
Composição dos Alimentos
Teor de Sal
Consumo
Composição dos Alimentos
Políticas de Saúde
Saúde Pública
Portugal
Data: 26-Jul-2018
Editora: Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, IP
Citação: Boletim Epidemiológico Observações. 2018 maio-agosto;7(22):5-9
Resumo: As doenças cardiovasculares (DCVs) são a principal causa de mor te e de incapacidades em Por tugal e no mundo, sendo aos hábitos alimentares inadequados um dos principais fatores responsáveis por esta realidade. O consumo excessivo de sal tem sido diretamente associado ao desenvolvimento da hiper tensão ar terial e, por conseguinte, de DCVs, tendo, por isso, conduzido à implementação de várias medidas, a nível global, que visam garantir a sua redução progressiva, como forma de prevenção e controlo destas doenças crónicas. A nível nacional, o Governo definiu e aprovou a Estratégia Integrada para a Promoção da Alimentação Saudável (EIPAS), com o objetivo de promover e incentivar o consumo de alimentos enquadrados num padrão alimentar saudável, apostando sobretudo na redução significativa do consumo diário excessivo de sal, açúcar e gordura (ácidos gordos trans), para ir de encontro aos níveis recomendados pela Organização Mundial da Saúde. O Depar tamento de Alimentação e Nutrição do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge efetua a avaliação do teor de sal em alimentos e, neste contexto, procedeu à sua monitorização em alimentos disponíveis no mercado nacional, fazendo também, para comparação, o levantamento online do teor de sal em alimentos de outros países europeus. As categorias estudadas - sopa, fiambre, queijo e tostas - apresentaram no mercado por tuguês, teores médios de sal, em g/100 g, de 0,61; 2,3; 2,6 e 1,2 respetivamente, exigindo um esforço conjunto de todas as par tes envolvidas para se atingir a meta geral de 0,3 g de sal por 100 g de alimento (0,2 g/100 g para a sopa) definida na EIPAS para 2020.
in Portugal and in the World, with inadequate dietary habits being one of the main factors responsible for this reality. Excessive salt intake has been directly associated with the development of arterial hypertension and, consequently, of CVDs having led, therefore, to the implementation of several measures, at a global level, aimed at ensuring it’s progressive reduction, as a form of prevention and control of these chronic diseases. At national level, the Government defined and approved the Integrated Strategy for the Promotion of Healthy Eating (EIPAS), with the objective of promoting and encouraging the consumption of foods in a healthy dietary pattern, in particular focusing on the significant reduction of daily excessive salt, sugar and fat (trans fatty acids) consumption, to meet the levels recommended by the World Health Organization. The The Food and Nutrition Department of the National Institute of Health Dr Ricardo Jorge assess the salt content in food and, in this context, has monitored several foods available in the national market also making, for comparison, an online compilation of the salt content in foods from other European countries. The food categories studied: soup, ham, cheese and toasts; presented in the Por tuguese market the average salt content, in g/100 g, of 0,61; 2,3; 2,6 and 1,2 respectively, requiring a joint ef for t of all par ties involved to achieve the overall target of 0.3 g/100 g (0.2 g/100 g for soup) defined in EIPAS for 2020.
URI: http://hdl.handle.net/10400.18/5582
ISSN: 0874-2928
2182-8873 (em linha)
Aparece nas colecções:DAN - Artigos em revistas nacionais

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Boletim_Epidemiologico_Observacoes_N22_2018_artigo1.pdf747,83 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.