Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10400.18/5553
Title: Encaminhamento das vítimas de acidentes domésticos e de lazer em Portugal: resultados do sistema EVITA entre 2013 e 2015
Other Titles: Referral of victims of home and leisure accidents in Portugal: results from the EVITA system from 2013 to 2015
Author: Alves, Tatiana
Rodrigues, Emanuel
Neto, Mariana
Mexia, Ricardo
Dias, Carlos Matias
Keywords: Lesões e Acidentes
Vigilância Epidemiológica
Acidentes Domésticos e de Lazer
Traumatismos e Acidentes
EVITA
Epidemiologia e Vigilância dos Traumatismos e Acidentes
Saúde Pública
Portugal
Issue Date: May-2018
Publisher: Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, IP
Citation: Boletim Epidemiológico Observações. 2018 janeiro-abril;7(21):1-3933-38
Abstract: O sistema EVITA – Epidemiologia e Vigilância dos Traumatismos e Acidentes, criado em 2000 pelo então Obser vatório Nacional de Saúde, atual Departamento de Epidemiologia, recolhe dados relativos a acidentes domésticos e de lazer (ADL) numa amostra de urgências hospitalares através da plataforma informática SONHO. Foi realizado um estudo descritivo utilizando os dados do sistema EVITA relativos ao período entre janeiro de 2013 e dezembro de 2015. Neste período foram registados pelo sistema EVITA 26 681 ADL, tendo sido obtida informação sobre o encaminhamento em 26 162 casos. Destes, 65,0%, após assistidos, foram encaminhados para o “Exterior não referenciado”, 24,7% para “Referenciação para Consulta”, 5,4% tiveram necessidade de internamento hospitalar e 0,03% foram óbitos. De um modo geral, independentemente do mecanismo da lesão subjacente ao ADL, a maioria das vítimas teve alta para o exterior, sem necessidade de referenciação para seguimento posterior ou continuidade de qualquer tipologia de cuidados. De destacar os 40,6% casos de ADL provocados por “Queimadura” com necessidade de referenciação para avaliação clínica posterior. Em todos os grupos etários ocorreram situações que levaram a internamento hospitalar, numa baixa proporção, sendo que, a partir do grupo etário dos 45 aos 54 anos a percentagem de internamentos aumenta, obser vando-se o valor mais elevado no grupo com 75 e mais anos (16,5%).
The system Epidemiology and Sur veillance of Injury, Trauma and Accidents (EVITA, in acronym in Por tuguese), created in 2000 by the former National Health Obser vatory, currently Depar tment of Epidemiology, collects data on home and leisure accidents (HLA) in a sample of hospital emergency rooms via the informatic platform SONHO. We conducted a descriptive study using data collected by EVITA between January 2013 to December 2015. During this period 26 681 HLA were registered, and information on the referral af ter being assisted in emergency ser vices members comprising the network EVITA was available for 26 162 cases. Of these, 65,0% were referred to the "Unreferenced exterior, 24,7% to "Referral for consultation", 5,4% have had need of hospitalization and 0,03% were deaths. In general, regardless of the underlying lesion mechanism, most victims were discharged from hospital without the need for referral for follow-up or any type of care. Of notice are 40,6% HLA cases caused by "Burn" with need of referral for fur ther clinical evaluation. In all age groups a low propor tion of cases led to hospitalization but from the age group 45 to 54 years onwards the percentage of hospital admissions increases, with the highest value in the age-group with 75 and over (16,5%).
URI: http://hdl.handle.net/10400.18/5553
ISSN: 0874-2928
2182-8873 (em linha)
Appears in Collections:DEP - Artigos em revistas nacionais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Boletim_Epidemiologico_Observacoes_N21_2018_artigo8.pdf752,63 kBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.