Repositório Científico do Instituto Nacional de Saúde >
Departamento de Doenças Infecciosas >
DDI - Posters/abstracts em congressos nacionais >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10400.18/552

Título: Pesquisa de antigénio HBs e anticorpo HCV: avaliação de dois testes rápidos.
Autor: Manita Ferreira, Carla
Almeida Santos, João
Lourenço, Teresa
Cortes Martins, Helena
Palavras-chave: Testes Rápidos HBV e HCV
Infecções Sexualmente Transmissíveis
Issue Date: Oct-2011
Editora: Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, IP
Citação: Ferreira CM, Santos JA, Lourenço T, Martins HC. Pesquisa de antigénio HBs e anticorpo HCV: avaliação de dois testes rápidos. In VI Encontro Nacional das Ciências e Tecnologias da Saúde, ESTeSL, 20-22 de Outubro de 2011. Poster.
Resumo: Objectivo: Avaliar o desempenho de dois testes rápidos, um para detecção do antigénio de superfície do HBV (AgHBs) e outro para detecção de anticorpos para HCV (AcHCV). Metodologia: Os dois testes avaliados (Rapidan® Tester HBsAg e Rapidan® Tester Anti-HCV – Türklab) utilizam como metodologia a imunocromatografia em fase sólida. O estudo incidiu sobre 100 soros, 50 para cada teste, previamente estudadas por ensaio imunoenzimático de micropartículas (Abbott AxSYM® HCV 3.0 e HBsAg v2.0). Como teste confirmatório para AcHCV foi utilizado o método de RIBA (INNO-LIA™ HCV Score). Todos os testes foram executados de acordo com as instruções do fabricante. Resultados: Relativamente à detecção do AgHBs pelo teste rápido, o estudo de 28 soros positivos e 22 negativos, revelou uma sensibilidade de 85.7%, especificidade de 100.0%, valor preditivo positivo (VPP) de 100.0% e valor preditivo negativo (VPN) de 84,6%. Os resultados da sensibilidade e VPN reflectem a ocorrência de quatro resultados falso negativos. Os 50 soros submetidos a ensaio para AcHCV, consistiam em 27 amostras positivas, dos quais 14 com fraca reactividade, e 23 negativas. Na avaliação do teste rápido surgiram três resultados falso negativos, o que se traduziu numa sensibilidade de 88.9%, especificidade de 100.0%, VPP de 100.0% e VPN de 88,5%. Conclusões: Os testes avaliados no presente trabalho, embora pese o número reduzido de amostras estudadas, apresentaram uma especificidade e VPP elevados (100%). A ocorrência de resultados falso negativos em ambos os testes levou a que os valores de sensibilidade e VPN fossem inferiores ao esperado. Os testes rápidos têm um lugar importante no rastreio de diferentes doenças infecciosas, pela sua facilidade de execução e implementação, no entanto, como reflectem os resultados obtidos nesta avaliação, o seu uso deve ser criterioso.
Arbitragem científica: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.18/552
Appears in Collections:DDI - Posters/abstracts em congressos nacionais

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Pesquisa de antigénio HBs e anticorpo HCV.pdf364,75 kBAdobe PDFView/Open
Restrict Access. You can request a copy!
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © 2010 www.insa.pt - Todos os direitos reservados | Feedback Ministério da Saúde
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia