Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.18/5473
Título: Diabetes: desigualdades socioeconómicas na população portuguesa em 2014
Outros títulos: Diabetes: socioeconomic inequalities in the Portuguese population in 2014
Autor: Santos, Joana
Kislaya, Irina
Antunes, Liliana
Santos, Ana João
Rodrigues, Ana Paula Paula
Neto, Mariana
Dias, Carlos Matias
Palavras-chave: Diabetes Mellitus
Disparidades em Assistência à Saúde
Factores Socioeconómicos
Literacia
Determinantes da Saúde e da Doença
Portugal
Literacy
Socioeconomic Factors
Healthcare Disparities
Data: 31-Ago-2017
Editora: Ordem dos Médicos
Citação: Acta Med Port. 2017 Aug 31;30(7-8):561-567. doi: 10.20344/amp.8235. Epub 2017 Aug 31.
Resumo: Introdução: A diabetes é considerada um dos maiores problemas de saúde pública e está associada a fatores socioeconómicos. O objetivo deste estudo foi descrever as desigualdades socioeconómicas na distribuição da diabetes na população com idade igual ou superior a 25 anos, residente em Portugal em 2014. Material e Métodos: Foram analisados dados do Inquérito Nacional de Saúde de 2014, n = 16 786. Calcularam-se estimativas da prevalência da diabetes total e estratificada por variáveis de caracterização socioeconómica designadamente o nível de escolaridade e o rendimento. O grau de desigualdade socioeconómica foi estimado através do índice de concentração e do índice relativo de desigualdade. Resultados: A diabetes concentrou-se na população com menor nível de escolaridade (índice de concentração = -0,26) e nos quintis de menor rendimento (índice de concentração = -0,14). O índice relativo de desigualdade evidenciou menor desigualdade nos grupos com um maior nível de escolaridade (0,20; IC 95% = [0,12; 0,32]) e com maior rendimento (0,59; IC 95% = [0,48; 0,74]). Discussão: A distribuição da diabetes está associada ao nível educacional e ao rendimento. Estudos anteriores mostraram que, apesar do rendimento poder refletir o padrão de vida das pessoas, a educação reflete o contexto social imediato em que o individuo se integra e que contribui para adotar estilos de vida mais saudáveis. Ainda, o Serviço Nacional de Saúde, por ser universal e tendencialmente gratuito, pode ter contribuído para reduzir desigualdades no acesso à saúde por grupos de menor rendimento. Conclusão: Integrar a ‘Saúde em Todas as Políticas’ pode reduzir as desigualdades, nomeadamente através da melhoria do nível educacional da população e do desenvolvimento de ações que promovam a literacia em saúde.
Introduction: Diabetes is a major public health problem and it is related to socioeconomic factors. The aim of this study is to describe socioeconomic inequalities in the distribution of diabetes in the population with 25 years or more, resident in Portugal in 2014. Material and Methods: Data from the Health National Survey 2014 was analysed, n = 16 786. We estimated the prevalence of diabetes in the population and stratified by socioeconomic variables namely educational level and income. The extent of socioeconomic inequalities was assessed using concentration index and the relative index of inequality. Results: Diabetes was found to be concentrated among the people with lower educational levels (concentration index = -0.26) and lower income quintiles (concentration index = -0.14). Relative index of inequality also showed a lower degree of inequality among the most educated (0,20; CI 95% = [0,12; 0,32]) and with higher income (0,59; CI 95% = [0,48; 0,74]). Discussion: Distribution of diabetes is associated with education and income. Previous studies have shown that although income might reflect lifestyle patterns, education reflects better social factors that are important for establishing healthier behaviours. Also, the National Health Service, of universal coverage and free of charge, might have contributed to reduce inequalities in the access to health by those with the lowest income. Conclusion: Supporting ‘Health in All Policies’ might reduce inequalities, namely by improving population educational level and actions that promote health literacy.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.18/5473
DOI: 10.20344/amp.8235
ISSN: 0870-399X
Versão do Editor: https://www.actamedicaportuguesa.com/revista/index.php/amp/article/view/8235
Aparece nas colecções:DEP - Artigos em revistas internacionais

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Diabetes_Desigualdades Socioeconómicas.pdf383,29 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.