Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.18/4763
Título: O que acontece quando as crianças com autismo crescem? Um estudo exploratório
Outros títulos: What happens when children with autism grow? An exploratory study
Autor: Rasga, Célia
Vicente, Astrid M.
Palavras-chave: Autismo
Perturbação do Espectro do Autismo
Perturbações do Desenvolvimento Infantil e Saúde Mental
Crianças
Saúde Pública
Portugal
Data: 27-Jul-2017
Editora: Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, IP
Citação: Boletim Epidemiológico Observações. 2017;6(Supl 9):24-28
Resumo: Embora o focus de serviços e investigação na Perturbação do Espectro do Autismo (PEA) se centre na infância e adolescência, há um reconhecimento crescente que a PEA é uma perturbação que se mantem ao longo da vida. No entanto, embora os serviços de saúde, educação e sociais para crianças com PEA estejam estabelecidos, os recursos para adultos com esta perturbação são muito menos estruturados e evidenciam fragilidades. Neste estudo discutimos a estrutura organizacional de serviços para adultos com PEA em Portugal e exploramos as práticas relativamente ao desenvolvimento de abordagens multidisciplinares, à gestão das comorbilidades, à gestão das transições durante a vida adulta e ao cuidado do idoso com PEA, e identificamos ações que melhorem o acesso ao diagnóstico e suporte pós-diagnóstico. Para o efeito, contactámos 15 instituições envolvidas em cuidados de adultos com PEA em Portugal e sintetizamos as principais ideias expressas pelos informantes relativamente ao que está a ser feito em Portugal. Concluímos que é necessária uma investigação mais sistematizada e detalhada sobre os serviços de apoio a adultos com PEA; em particular, é necessário obter mais evidência sobre as necessidades desta população relativamente à saúde, ocupação, residência, transições de vida e envelhecimento, de forma a programar e implementar soluções adequadas para o adulto que tenham em consideração as suas capacidades e competências.
Although Autism Spectrum Disorder (ASD) ser vices and research are focused primarily on children, there is increasing recognition that ASD is a lifelong disorder. However, although health, education and social ser vices for children with ASD are relatively well established, ser vice provision for adults with ASD still shows many weaknesses, and concrete information on best practices is scarse. In this study, we discuss the organizational structure of ser vices for adults with ASD in Por tugal and explore the current practices for the development of multidisciplinar y suppor t approaches, for management of co-morbidity, for the management of transitions during adult life and for care for the autistic elder, and identif y actions that improve access to diagnosis and post-diagnostic suppor t. To gather qualitative information on these issues, we have contacted 15 institutions involved in adult care in Por tugal, and synthesize the main ideas expressed by key informants regarding what is being done in Por tugal. We conclude that fur ther detailed investigation of ser vice provision for adults with PEA is required. In par ticular, there is a need to better understand the needs of adults with ASD, including health, occupation, transitions, aging and residential solutions, in order to provide evidence for the development and implementation of adequate resources for adults that take into account their skills and competencies.
URI: http://hdl.handle.net/10400.18/4763
ISSN: 0874-2928
2182-8873 (em linha)
Aparece nas colecções:DPSPDNT - Artigos em revistas nacionais

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Boletim_Epidemiologico_Observacoes_NEspecia8-2017_artigo5.pdf829,52 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.