Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.18/4135
Título: Tratamento de águas para consumo humano: um episódio de sobrevivência de cianobactérias
Outros títulos: Treatment of water for human consumption: a case of cyanobacterial survival
Autor: Menezes, Carina
Martins, Olga
Dias, Elsa
Palavras-chave: Águas para Consumo Humano
Cianobactérias
Albufeira do Roxo
Água e Solo
Ecotoxicologia de Cianobactérias
Segurança Alimentar
Saúde Pública
Portugal
Data: Dez-2016
Editora: Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, IP
Citação: Boletim Epidemiológico Observações. 2016;5(Supl 8):56-58
Resumo: No verão de 2015 ocorreu um episódio de mau odor/sabor na água de abastecimento proveniente da albufeira do Roxo. Este episódio foi atribuído à presença de um bloom cianobacteriano que incluía espécies produtoras de compostos voláteis (geosmina, MIB). De facto, foi detetada a presença de cianobactérias na água tratada, à saída da ETA, ainda que em densidades relativamente baixas. No entanto, desconhecia-se se estes organismos mantinham a viabilidade celular e a capacidade de se desenvolver na rede de distribuição, a jusante da ETA e, desta forma, contaminar a água para consumo humano. Assim, amostras de água colhidas à saída da ETA e no Reservatório de abastecimento público foram inoculadas em meio de cultura e o crescimento celular foi seguido por microscopia ótica. Após 30 dias, verificou-se o crescimento algal, o que demostra que algumas espécies resistiram ao tratamento na ETA e mantiveram a capacidade de se reproduzir. Curiosamente, uma dessas espécies foi o Cylindrospermopsis raciborskii, considerada até há pouco tempo uma espécie tropical. Irá proceder-se à caracterização molecular e toxigénica desta espécie. Atualmente está a decorrer um protocolo de colaboração entre o Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge e a AgdA, com o objetivo de se estudar a distribuição de cianobactérias, cianotoxinas e compostos voláteis na albufeira do Roxo.
In the summer of 2015 an unpleasant odour/taste occurred in the water for human consumption supplied from Roxo Reservoir. This episode was attributed to the presence of a cyanobacterial bloom composed by species producing volatile compounds (geosmin, MIB). In fact, cyanobacteria were detected in treated water, at the exit of Water Treatment Plant (WTP), although at relatively low densities. However, it was unknown if these organisms maintained their viability and the growth capacity in the distribution network and, as such, to contaminate the drinking water. Thus, treated water samples collected at the WTP and at the water deposit were inoculated in culture medium and cell growth was followed by optical microscopy. Algal growth was observed 30 days after culturing, which shows that some species resisted the treatment in the WTP and maintained the capacity to reproduce. Interestingly, one of those species was Cylindrospermopsis raciborskii, considered until recently a tropical species. Molecular and toxigenic characterization of this species will be carried out. A collaboration protocol between INSA I.P. and AgdA, is currently being carried out with the aim of studying the distribution of cyanobacteria, cyanotoxins and volatile compounds in the Roxo reservoir.
URI: http://hdl.handle.net/10400.18/4135
ISSN: 0874-2928
2182-8873 (em linha)
Aparece nas colecções:DSA - Artigos em revistas nacionais

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
observacoesNEspecia8-2016_artigo14.pdf720,45 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.