Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.18/4130
Título: Investigação laboratorial de surtos de toxinfeções alimentares, 2015
Outros títulos: Foodborne outbreaks laboratory investigation, 2015
Autor: Viegas, Silvia
Cunha, Isabel Campos
Correia, Cristina Belo
Coelho, Anabela
Maia, Carla
Pena, Cláudia
Bonito, Conceição Costa
Flores, Cristina
Moura, Isabel Bastos
Sousa, Isabel
Barreira, Maria João
Toscano, Maria Manuel
Furtado, Rosália
Marcos, Silvia
Santos, Susana
Lopes, Teresa Teixeira
Silveira, Leonor
Machado, Jorge
Saraiva, Margarida
Calhau, Maria Antónia
Palavras-chave: Toxinfeções Alimentares
Avaliação do Risco
Segurança Alimentar
Infecções Gastrointestinais
Vigilância Laboratorial
Vigilância Epidemiológica
Saúde Pública
Portugal
Data: Dez-2016
Editora: Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, IP
Citação: Boletim Epidemiológico Observações. 2016;5(Supl 8):36-39
Resumo: O Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA), em parceria com a Direção-Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV), notifica anualmente à European Food Safety Authority (EFSA) os dados dos surtos de toxinfeção alimentar ocorridos em Portugal, cuja investigação laboratorial é efetuada no INSA. De acordo com as orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e da EFSA, em 2015, no Departamento de Alimentação e Nutrição do INSA, foram compilados e analisados os dados referentes a 20 surtos, tendo sido afetados 421 indivíduos, dos quais 96 foram hospitalizados, não tendo sido reportados óbitos. O local onde os alimentos foram consumidos ou onde ocorreu uma ou mais etapas finais de preparação foi identificado em 90% dos surtos (75% locais públicos e 25% domésticos). O agente causal e/ou suas toxinas foram identificados em 50% dos surtos: Toxina botulínica tipo B, C. per fringens, Salmonella Enteritidis, Listeria monocy togenes serogrupo IVb, E. coli verotoxigénica não-O157, Enterotoxina estafilocócica tipo A e Shigella sonnei. Foram identificados como principais fatores contributivos o tratamento térmico inadequado, abusos tempo/temperatura e ocorrência de contaminações cruzadas. De acordo com a Diretiva 2003/99/CE, a EFSA em colaboração com o European Centre for Disease Prevention and Control (ECDC) elabora anualmente um relatório técnico com informação relativa aos Estados-Membros, de modo a gerar evidência científica que permita a otimização dos sistemas de segurança alimentar implementados, assim como os programas de educação para a saúde, minimizando o impacte humano, económico e social destas doenças na Europa.
National Health Institute Doutor Ricardo Jorge (INSA) in partnership with the Directorate-General of Food and Veterinary Medicine (DGAV), notifies each year to the European Food Safety Authority (EFSA) the data of foodborne outbreaks that occurred in Portugal, whose laboratory investigation was done by INSA. According to the guidelines of World Health Organization (WHO) and EFSA, in 2015 in the Food and Nutrition Department of INSA data from 20 outbreaks were compiled and analyzed; involving 421 cases, 96 hospitalizations and no fatal cases were reported. The places where food was consumed or where the final stages of preparation of the food vehicle took place were identified in 90% of the outbreaks (75% public places and 25% households). The causative agents or its toxins were identified in 50% of the outbreaks analyzed: Botulinum toxin type B, C. perfringens, Salmonella Enteritidis, Listeria monocytogenes serogroup IVb, E. coli verotoxigenic non-O157, Staphylococcus toxin type A and Shigella sonnei. The main contributory factors identified were inadequate heat treatment, time/temperature abuse and occurrence of cross-contaminations. In accordance with Directive 2003/99/EC, EFSA in collaboration with European Centre for Disesese Prevention and Control (ECDC) prepares annually a technical report with information from the Member States, in order to produce scientific evidence that allows the optimization of implemented food safety systems, as well as health education programs, minimizing the human, economic and social impact of these diseases in Europe.
URI: http://hdl.handle.net/10400.18/4130
ISSN: 0874-2928
2182-8873 (em linha)
Aparece nas colecções:DDI - Artigos em revistas nacionais
DAN - Artigos em revistas nacionais

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
observacoesNEspecia8-2016_artigo9.pdf653,98 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.