Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.18/3121
Título: Vacinação antigripal da população portuguesa na época 2014/2015: estudo da amostra ECOS
Autor: Sousa-Uva, Mafalda
Nunes, Baltazar
Roquette, Rita
Rodrigues, Ana Paula
Dias, Carlos Matias
Palavras-chave: Gripe
Vacina da Gripe
Cobertura da vacina
Cuidados de Saúde
Infecções Respiratórias
Época 2014/2015
Saúde Pública
Portugal
Data: 6-Out-2015
Editora: Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, IP
Resumo: Dando continuidade ao trabalho desenvolvido desde a época de 1998-1999, o Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, através do Departamento de Epidemiologia, estudou a cobertura da vacinação antigripal sazonal (VAGS) na época de 2014-2015. Os objetivos foram: 1) Estimar a taxa de cobertura da população portuguesa pela VAGS na época gripal de 2014-2015 e 2) Caraterizar a prática da VAGS relativamente ao local de vacinação. O estudo epidemiológico, transversal, constou de um inquérito realizado por entrevista telefónica à amostra de famílias ECOS (Em Casa Observamos Saúde), em Novembro de 2014 (2176 indivíduos). A cobertura bruta da população pela VAGS foi 17,1% (IC95%: 14,1 % a 20,7%) que é pontualmente equivalente ao estimado na época anterior 17,1% (IC95%: 14,4 % a 20,1%). A cobertura pela VAGS na população com 65 ou mais anos de idade foi 50,9% (IC95%: 40,2% a 61,5%), o que representa um aumento absoluto de 1% em comparação com a estimativa de cobertura pela VAGS, obtida para este grupo etário, na época anterior 2013-2014 de 49,9% (IC95%: 41,5% a 58,2%). A vacinação antigripal sazonal decorreu, principalmente, nos Centros de Saúde do Serviço Nacional de Saúde (SNS), 62,1% de todos os respondentes (75,3% dos respondentes com 65 e mais anos), seguido pela farmácia, 25,8% dos respondentes (18,8% dos respondentes com 65 e mais anos), o que representa uma inversão da distribuição observada desde o início da autorização da administração das vacinas nas farmácias iniciada em 2008. A amostra ECOS revela-se adequada na monitorização das tendências da cobertura da VAGS e na deteção de alterações no padrão epidemiológico após implementação de medidas tais como a gratuitidade da vacina à população idosa nos centros de saúde.
Descrição: Relatório elaborado em julho de 2015.
URI: http://hdl.handle.net/10400.18/3121
ISBN: 978-989-8794-13-0
Aparece nas colecções:DEP - Relatórios científicos e técnicos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Relatorio_ECOS_Cobertura_VAGS_2014-2015.pdf2,28 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.