Repositório Científico do Instituto Nacional de Saúde >
Departamento de Epidemiologia >
DEP - Relatórios científicos e técnicos >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10400.18/286

Título: Vacinação antigripal: cobertura da população portuguesa entre 1998/1999 a 2007/2008
Autor: Nunes, Baltazar
Falcão, José Marinho
Palavras-chave: Epidemiologia
Doenças Evitáveis pela Vacinação
Gripe
Vacinação
Determinantes da Saúde e da Doença
Issue Date: Jun-2008
Editora: Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge. Departamento de Epidemiologia
Resumo: A gripe é uma doença infecciosa que anualmente é responsável por epidemias sazonais que atingem entre 5 a 20% da população. No presente, a principal medida de prevenção da infecção gripal e das complicações que lhe estão associadas é a vacinação. Neste contexto a monitorização da cobertura da vacina antigripal (VAG), principalmente nos grupos de risco reveste-se da maior importância. Desde a época de 1998/1999 até ao presente, o Observatório Nacional de Saúde actualmente Departamento de Epidemiologia do Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge tem contribuído para a monitorização da cobertura da VAG. Entre 1999 (época 1998/1999) e 2008 (época 2007/2008) foram realizados nove inquéritos telefónicos ao painel de famílias ECOS – Em Casa Observamos Saúde, com o objectivo de estudar a cobertura da VAG na população portuguesa do Continente. A dimensão da amostra de indivíduos em estudo variou ao longo das épocas entre o valor mínimo de 2206 (2005/2006) e o valor máximo de 4167 (2001/2002) (Quadro 2). Na população geral, entre as épocas de 1998/99 e 2007/2008 não se observou um aumento consistente da percentagem de vacinados (de 14,2% IC95%: 11,6%-16,8% a 16,0% IC95%: 14,5%-17,6%). Nos grupos de risco, a cobertura da VAG aumentou claramente e com significância estatística nos grupos de risco: · Idosos (³65 e mais anos) de 31,3% (IC95%: 26,1%-36,9%) para 51,0% (IC95%: 45,8%-56,1%) e; · Diabéticos de 22,5% ( IC95%: 18,5%-28,7%) para 44% (IC95%: 36,0%-52,8%). Pode-se ainda concluir que a meta definida pela OMS e pela DGS para 2006 nos idosos (³65 anos), de uma cobertura da VAG de 50% foi atingida. Nestas circunstâncias, afigura-se importante continuar a promover a vacinação antigripal dos indivíduos com 65 anos e mais assim como dos restantes grupos de risco, uma vez que a meta da OMS para a cobertura da VAG nos idosos de 75% para 2010 é bastante ambiciosa e já se encontra praticamente à vista.
Arbitragem científica: no
URI: http://hdl.handle.net/10400.18/286
Versão do Editor: http://www.insa.pt/sites/INSA/Portugues/Publicacoes/Outros/Paginas/VAGcobertura19981999a20072008.aspx
Appears in Collections:DEP - Relatórios científicos e técnicos

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Relatório vacinação antigripal 1998-1999 _2007-2008.pdf460,68 kBAdobe PDFView/Open

Please give feedback about this item
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © 2010 www.insa.pt - Todos os direitos reservados | Feedback Ministério da Saúde
Promotores do RCAAP   Financiadores do RCAAP

Fundação para a Ciência e a Tecnologia Universidade do Minho   Governo Português Ministério da Educação e Ciência PO Sociedade do Conhecimento (POSC) Portal oficial da União Europeia