Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.18/2608
Título: Estudo para avaliar o grau de conhecimento dos consumidores sobre embalagens plásticas
Autor: Carvalho-Costa, D.
Costa, H.S.
Reis, A.R.
Albuquerque, T.G.
Castilho, M.C.
Ramos, F.
Machado, A.V.
Sanches-Silva, A.
Palavras-chave: Segurança Alimentar
Composição de Alimentos
Embalagens Alimentares
Data: Set-2014
Resumo: Actualmente, a grande maioria dos alimentos disponíveis nos supermercados encontram-se embalados. As embalagens podem ser muito variadas, quer no que respeita à permeabilidade ao oxigénio ou ao vapor de água, ao tipo de material/materiais, como à resistência. A escolha das mesmas deve ser sempre realizada de acordo com o tipo de alimento a que se destina. Foi realizado um estudo baseado num inquérito por questionário para avaliar o grau de conhecimento dos consumidores sobre as embalagens, principalmente as plásticas, incidindo em temas como a preocupação com a reciclagem ou a utilização das embalagens de acordo com as indicações do fabricante Dado o interesse crescente nos novos tipos de embalagens como as embalagens ativas, que interagem com o alimento embalado com o objetivo de prolongar o tempo de conservação ou de manter/melhorar o estado do alimento embalado, e as embalagens inteligentes que monitorizam o estado de conservação dos alimentos ou do ambiente que os envolve, estas também foram incluídas no estudo. O estudo foi aplicado a cerca de 200 indivíduos, na sua maioria jovens adultos. Verificou-se que cerca de 60% dos inquiridos não tinha conhecimento da existência de embalagens activas nem de embalagens inteligentes, mas aproximadamente 90% dos mesmos estaria disposto a adquirir alimentos nestas embalagens. Cerca de 55% dos inquiridos afirma cumprir as indicações do fabricante aquando da utilização de recipientes de plástico, conhecendo os riscos derivados da má utilização deste tipo de materiais. Aproximadamente 40% dos inquiridos recicla sempre as embalagens de plástico, enquanto cerca de 20% raramente o faz. A análise dos resultados teve em linha de conta a faixa etária e o nível de escolaridade dos inquiridos. Os resultados indicam a necessidade de consciencializar a população para os perigos relacionados com o uso indevido das embalagens, a importância da reciclagem bem como para os benefícios/riscos dos novos tipos de embalagens.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.18/2608
Aparece nas colecções:DAN - Posters/abstracts em congressos nacionais



FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.