Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.18/2392
Título: Médicos-Sentinela: relatório de actividades 1999
Autor: Departamento de Epidemiologia
Palavras-chave: Cuidados de Saúde
Estados de Saúde e de Doença
Síndroma Gripal
Gravidez
Consulta a Adolescentes
Agressões
Acidentes
Diabetes Mellitus
Diminuição da Tolerância à Glicose
Insónia
Queixas de Disfunção Sexual
Amigdalite Aguda
Tentativa de Suicídio
Suicídio
Data: Out-2014
Editora: Instituto Nacional de Saúde Dr Ricardo Jorge, IP
Relatório da Série N.º: 13. O que se fez em 1999
Resumo: A Rede Médicos Sentinela é um sistema de observação em saúde constituído por médicos de Medicina Geral e Familiar que exerçam funções numa Unidade de Saúde Familiar ou Unidade de Cuidados de Saúde Personalizadas. Em 1999, o número máximo de médicos participantes na Rede foi de 175 tendo sido alcançada uma população máxima sob observação (PMSO) de 210.473 e uma população sob observação efetiva (PSOE) de 137.039 (65,1 % da PMSO).
Descrição: Nota de revisão: Relatório publicado pela primeira vez em 2014. Por esta razão os resultados apresentados estão resumidos em quadros e não foi possível a validação dos resultados referentes à consulta de adolescentes.
Peer review: no
URI: http://hdl.handle.net/10400.18/2392
Aparece nas colecções:DEP - Relatórios científicos e técnicos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Medicos-sentinela-N13_1999.pdf1,52 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.