Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.18/2360
Título: Measuring kidney transplantation activity
Autor: Lima, Bruno A.
Mendes, Miguel
Alves, Helena
Palavras-chave: Kidney Allocation
Kidney Transplantation
Metrics
Waiting Time to Transplantation
Alocação do Enxerto Renal
Métricas
Tempo de Espera para Transplante
Transplantação Renal
Data: 6-Jun-2014
Editora: Sociedade Portuguesa de Nefrologia
Citação: Port J Nephrol Hypert. 2014;28(2): 171-176
Resumo: [ENG] Kidney allocation from cadaveric donors must balance two main principles: medical utility and justice. The principle of medical benefit is gauged by maximizing efficiency in the use of organs and the principle of justice by its effectiveness, ensuring that all patients have a reasonable opportunity of transplantation. In this paper we present some metrics that, when applied to candidates for kidney transplantation, will help in the best judgment defining kidney allocation systems. Knowing the prevalence and incidence (per year, per million inhabitants) of kidney transplant, candidates demographic factors, such as: sex, age groups, and socioeconomic status; as well as clinical and immunological characteristics: blood group, Panel Reactive Antibody values, Body Mass Index, type of dialysis, cause of renal failure, and comorbidities; allows for an objective comparison of allocation programmes. The waiting time for transplantation should be measured as the median time between the start of dialysis and transplantation of wait -listed patients each year. By using the Cox regression analysis, with time on dialysis for transplantation as a dependent variable and clinical, socio -demographic factors as independent variables, we will shed light on which characteristics affect the access to transplantation.
[PT] A distribuição de rins de dador cadáver deve equilibrar dois princípios fundamentais: a utilidade médica e a justiça. O principio do beneficio médico e aferido através da maximização da eficiência no uso dos órgãos, enquanto que o principio da justiça visa garantir que todos os candidatos tenham uma oportunidade razoável de transplante. Neste artigo, apresentamos algumas métricas que, quando aplicadas a candidates a transplante de rim, ajudarão na melhor avaliação e definição de sistemas de distribuição de rins. Conhecer a prevalência e incidência (por ano e por milhão de habitantes) dos transplantes de rim, fatores demográficos dos candidatos, tais como: sexo, faixa etária e nível socioeconómico; bem como as suas características clinicas e imunológicas: grupo sanguíneo, os valores do painel reativo de anticorpos, índice de massa corporal, tipo de dialise, a causa da insuficiência renal e co -morbilidades; permite uma comparação objetiva de programas distribuição. O tempo de espera para o transplante deve ser medido como a mediana do tempo entre o início da dialise e o transplante dos doentes em lista de espera em cada ano. Através da analise de regressão de Cox, com o tempo em dialise para transplante como variável dependente e os fatores clínicos e sócio-demográficos como variáveis independentes, e possível identificar as características que afetam o acesso ao transplante.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.18/2360
ISSN: 0872-0169
Versão do Editor: http://www.spnefro.pt/RPNH/PDFs/n2_2014/artigo_13.pdf
Aparece nas colecções:DPSPDNT - Artigos em revistas nacionais

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Measuring kidney transplantation activity.pdf358,82 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.