Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.18/2214
Título: Diagnóstico e Tratamento de Doenças Lisossomais: relatório 2012
Autor: Grupo de Trabalho Coordenador do Diagnóstico e Tratamento de Doenças Lisossomais
Fortuna, Ana
Palavras-chave: Doenças Lisossomais de Sobrecarga
Doenças Genéticas
Data: Fev-2014
Editora: Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, IP
Resumo: Relatório anual do Grupo de Trabalho Coordenador do Diagnóstico e Tratamento de Doenças Lisossomais (GTCDTDL), relativo ao ano 2012, do qual se destaca a realização das seguintes atividades: − Discussão e avaliação de 43 casos clínicos relativos a pedidos de tratamento, ajuste de dose ou alteração do tratamento, mais 16 casos do que em 2011. Foram emitidos pareceres para Doença de Gaucher, Doença de Fabry, Mucopolissacaridoses tipo I, II e VI, Doença de Pompe e Doença de Niemann Pick tipo C. − Prossecução da compilação da documentação relativa aos doentes com a finalidade de constituir uma base de dados. − Avaliação atualizada e envio regular dos encargos mensais por doença e entidade prestadora dos cuidados de saúde, bem como a data de início e/ou suspensão das terapêuticas à Administração Central do Sistema de Saúde (ACSS). − Consolidação da constituição do grupo de trabalho e formulação de convite a consultores científicos, quando pertinente. − Compilação de documentação científica e informação de entidades europeias. − Organização logística interna e externa e de documentos de suporte, existindo formulários de registo dos dados individuais para solicitação de início e seguimento da terapêutica. − Estabelecimento e fortalecimento de contactos com instituições ou organismos relevantes (INFARMED, ACSS, DGS), associações de doentes (ex: APL, Raríssimas, Eurordis) e a indústria farmacêutica (Genzyme, Actelion, Biomarin, Shire). Em 2012, o GTCDTDL prosseguindo a sua missão de garantir a gestão e a coordenação a nível nacional do diagnóstico e tratamento das DLS, constatou que, apesar do número de doentes em tratamento continuar a aumentar, a política seguida pelo Grupo de trabalho de procurar individualizar melhor a dose terapêutica em cada doente reduzindo-a sempre que possível, aliada à redução dos preços pela indústria farmacêutica, tem permitido alguma contenção dos custos.
URI: http://hdl.handle.net/10400.18/2214
ISBN: 978-972-8643-89-8
Aparece nas colecções:DGH - Relatórios científicos e técnicos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Diagnostico_e_Tratamento_de_Doencas Lisossomais_Relatorio_2012.pdf1,14 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.