Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.18/2097
Título: Hypersensitized candidates to kidney transplantation in Portugal
Outros títulos: Candidatos hipersensibilizados a transplantação renal em Portugal
Autor: Lima, Bruno A.
Miguel, Mendes
Alves, Helena
Palavras-chave: Transplantação Renal
Portugal
Data: 20-Mai-2013
Editora: Sociedade Portuguesa de Nefrologia
Citação: Port J Nephrol Hypert. 2013;27(2): 77-81
Resumo: [ENG] The presence of donor specific anti-HLA antibodies is generally a contraindication for transplantation and nowadays the identification of these antibodies are part of most pre-transplantation evaluations. In Portugal, the implemented protocol for registration and maintenance of the active list for kidney transplant includes a complement -dependent cytotoxity (CDC) panel-reactive antibody (PRA) screening method, and Luminex technology for detecting and characterizing HLA alloantibodies. Under the current Portuguese kidney allocation system from deceased donors, implemented in August 2007, deceased donor kidneys are primarily allocated via ABO identical and time on dialysis with extra points to hyperimmunized patients, namely PRA CDC > 50%. Additional risk for the candidate or transplant organ can be represented by a proposed calculated PRA (cPRA) based upon unacceptable HLA antigens detected by Luminex to which the patient has been sensitized. These unacceptable HLA antigens used to generate cPRA represents a virtual crossmatch (XM). Sensitized patients are less likely to be matched with a suitable donor organ. Even after clearing the hurdle of procuring a living donor, it is still possible that this is not sufficient due to the likelihood of having an XM-positive. In such cases, and in the presence of incompatible blood type between recipients and their intended living donors, kidney paired donation (KPD) can provide an answer to this catch by facilitating exchanges between willing donors kidneys. A national Portuguese KPD programme, when realized, may prevent the current loss of a significant number of suitable living donors and reduce waiting list time for a deceased donor. An upgrade of a suggested point system in a Portuguese KPD programme will be the use of cPRA instead of the values of PRA CDC. In Portugal, the virtual XM approach just represents the optimization of an existent technique.
[PT] A presença de anticorpos anti-HLA específicos do dador é geralmente uma contraindicação para transplante e, hoje em dia, a identificação destes anticorpos é parte de muitos protocolos de avaliação pré--transplante. Em Portugal, o protocolo implementado para o registo e manutenção em lista activa para transplante de rim, inclui um método de pesquisa em painel reactivo de anticorpos (PRA) por citotoxicidade dependente do complemento (CDC) e a tecnologia Luminex para detectar e caracterizar aloanticorpos HLA. Segundo as actuais normas para a selecção do par dador-receptor em homotransplantação com rim de cadáver, implementadas em Agosto de 2007, a distribuição destes órgãos é prioritariamente isogrupal, contabilizando o tempo em diálise com pontos extra paras doentes imunizados, nomeadamente PRA CDC>50%. Um risco adicional para os candidatos a transplante de órgãos pode ser representado pelo proposto PRA calculado (cPRA), que tem por base antigénios HLA não aceitáveis, detectados por Luminex e para os quais os doentes estão sensibilizados. Estes antigénios HLA não aceitáveis usados para gerar o cPRA representam um crossmatch (XM) virtual. Os doentes sensibilizados têm uma menor probabilidade de encontrar um dador de órgãos admissível e mesmo depois de ultrapassada a barreira de encontrar um dador vivodisponível, é possível que isto não seja suficiente devido ao risco elevado de ter um XM positivo. Nestes casos e quando há incompatibilidade ABO entre um receptor e o seu potencial dador vivo, a troca de dadores vivos de rim (TDR) pode ser a resposta a este problema facilitando a consumação de transplantes compatíveis. Um programa nacional de TDR, quando implementado, pode evitar o actual desperdício de possíveis dadores vivos de rim e potencialmente reduzir o tempo de espera em lista para transplante com dador cadáver. Uma melhoria a um sugerido sistema de pontuação num programa Português de TDR será a utilização do cPRA em substituição dos valores de PRA CDC. Em Portugal, a abordagem de XM-virtual apenas representa a optimização de técnicas já existentes.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.18/2097
ISSN: 0872-0169
Versão do Editor: http://www.scielo.gpeari.mctes.pt/scielo.php?pid=S0872-01692013000200002&script=sci_arttext
Aparece nas colecções:DPSPDNT - Artigos em revistas nacionais

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Hypersensitized candidates to kidney transplantation in Portugal.pdf299,68 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.