Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.18/1954
Título: Médicos-Sentinela : o que se fez em 2012
Autor: Rodrigues, Ana Paula
Silva, Susana
Batista, Inês
Nunes, Baltazar
Dias, Carlos Matias
Palavras-chave: Médicos-Sentinela
Síndroma Gripal
Diabetes
Acidente Vascular Cerebral
Enfarte Agudo do Miocárdio
Hipertensão Arterial
Insónia
Depressão
Gravidez
Cuidados de Saúde
Data: Fev-2014
Editora: Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, IP
Relatório da Série N.º: 26
Resumo: A Rede Médicos-Sentinela (MS) é uma rede de médicos de família cuja atividade profissional se desenvolve em Centros de Saúde do Serviço Nacional de Saúde e que, voluntariamente, notificam casos ou episódios de doença e de outras situações relacionadas com saúde dos indivíduos inscritos nas respetivas listas de utentes. No ano de 2012 estavam inscritos na Rede MS 161 médicos de família distribuídos pelas 7 regiões de saúde. Os principais objetivos da Rede são: fazer investigação clínica, epidemiológica e em serviços de saúde; estimar taxas de incidência anuais de algumas doenças e fazer vigilância epidemiológica. Das atividades da rede em 2012, destacam-se os seguintes resultados: - A taxa de incidência da diabetes, na população com 35 ou mais anos de idade, foi de 836 casos por 100 000 utentes, sendo mais elevada nos homens (931 por 100 000 utentes) e no grupo etário 55 aos 64 anos (756 por 100 000 utentes); - A taxa de incidência de acidentes vasculares cerebrais, na população com 55 ou mais anos de idade, foi de 677 casos por 100 000 utentes, sendo mais elevada nas mulheres (784 por 100 000 utentes) e no grupo etário 75 ou mais anos (1.232 por 100 000 utentes); - A taxa de incidência do enfarte do miocárdio, na população com 45 ou mais anos de idade, foi de 188 casos por 100 000 utentes, sendo mais elevada nos homens (274 por 100 000 utentes) e no grupo etário 75 ou mais anos de idade (288 por 100 000 utentes); - A taxa de incidência da hipertensão arterial, na população com 25 ou mais anos de idade, foi de 822 casos por 100 000 utentes, sendo mais elevada nos homens (933 por 100 000 utentes) e no grupo etário 45-54 anos de idade (1.622 por 100 000 utentes); - A taxa de incidência de insónia na população com 25 ou mais anos de idade foi 982 por 100 000 utentes, sendo mais elevada nas mulheres (1.404 por 100 000 utentes) e no grupo etário 75 e mais anos de idade (1.355 por 100 000 utentes). - A taxa de incidência de depressão foi 1.389 por 100 000 utentes, sendo mais elevada nas mulheres (2.136 por 100 000 utentes) e no grupo etário 45-54 anos de idade (2.408 por 100 000 utentes). - A taxa de incidência de gravidez entre os 15 e os 44 anos de idade foi 3.943 por 100 000 utentes do sexo feminino. Comparativamente ao ano anterior, em 2012 observou-se uma diminuição das taxas de incidência anual estimadas para enfarte agudo do miocárdio, diabetes mellitus, hipertensão arterial e acidente vascular cerebral. A diabetes mellitus, o enfarte agudo do miocárdio e a hipertensão arterial apresentaram taxas de incidência anuais mais elevadas no sexo masculino enquanto que, as taxas de incidência anuais estimadas para a depressão, a insónia e o acidente vascular cerebral foram mais elevadas no sexo feminino.
URI: http://hdl.handle.net/10400.18/1954
ISBN: 978-972-8643-86-7
Aparece nas colecções:DEP - Relatórios científicos e técnicos

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
Relatorio_Medicos-Sentinela_2012.pdf3,37 MBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.