Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.18/1882
Título: Perfil nutricional da polpa de quatro cultivares de Annona cherimola Mill. tradicionais da Região Autónoma da Madeira
Autor: Santos, F.
Albuquerque, T.G.
Bento, A.C.
Sanches-Silva, A.
Oliveira, M.B.
Costa, H.S.
Palavras-chave: Composição dos Alimentos
Nutrição Aplicada
Annona cherimola Mill.
Anona
Ilha da Madeira
Data: 31-Out-2013
Editora: Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, IP
Resumo: A anona da Madeira, depois da banana da Madeira, atualmente é o fruto mais exportado da Região Autónoma da Madeira (RAM). Desde 2000, que a União Europeia concedeu à Anona da Madeira o estatuto de Denominação de Origem Protegida, a primeira fruta a nível regional a receber este grau de proteção internacional. Trata-se de um fruto muito apreciado e com caraterísticas organoléticas e nutricionais distintas, mas ainda muito pouco estudados. O presente trabalho teve como objetivo estudar o perfil nutricional de quatro cultivares (Funchal, Madeira, Mateus II e Perry Vidal) de Annona cherimola Mill. cultivados na RAM. Deste modo, determinaram-se os teores de água, cinza, proteína, gordura total e fibra alimentar. Em relação ao teor total de hidratos de carbono disponíveis e valor energético, estes foram calculados. Determinaram-se ainda os teores de vitamina C total (ácido ascórbico + ácido desidroascórbico) e de vitamina E (α-tocoferol). Todos os resultados estão apresentados em g/100 g de parte edível para todos os parâmetros, exceto para as vitaminas que estão expressos em mg/100 g de parte edível. Os resultados deste estudo indicam que o teor mais elevado de água foi observado no cultivar Perry Vidal (78,3 ± 0,1 g/100 g), que também teve o menor teor de proteína (1,36 ± 0,0 g/100 g) e de α-tocoferol (0,071 ± 0,0 mg/100 g). O teor de gordura total variou entre 0,10 ± 0,0 g/100 g (cultivar Madeira) e 0,18 g/100 g (cultivar Funchal). Em relação à vitamina C total, os maiores teores foram registados nos cultivares Funchal e Mateus II com 6,73 ± 0,1 e 4,54 ± 0,2 mg/100 g, respetivamente. O perfil nutricional da anona da Madeira irá contribuir para compreender os benefícios para a saúde, manter a biodiversidade, promover o desenvolvimento sustentável, aumentar a sua exploração e o seu consumo.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.18/1882
Aparece nas colecções:DAN - Posters/abstracts em congressos nacionais

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
APCN_PortFIR_Nutricional_Anonas.pdf834,96 kBAdobe PDFVer/Abrir    Acesso Restrito. Solicitar cópia ao autor!


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.