Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.18/1191
Título: Deleção cromossómica intersticial em 14q “de novo”: apresentação de um caso
Autor: Ribeiro, M.C.
Mota Freitas, M.
Ribeiro, J.
Lopes, M.M.
Oliva Teles, N.
Correia, H.
Fonseca e Silva, M.L.
Palavras-chave: Doenças Genéticas
Deleção intersticial
Cromossoma 14
Data: 22-Nov-2012
Editora: Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, IP
Resumo: Introdução: As deleções intersticiais são anomalias cromossómicas estruturais, desequilibradas, resultantes de dois pontos de quebra, frequentemente associadas a quadros clínicos anormais devido à perda de material genético ativo (eucromatina). As consequências fenotípicas dependem do segmento cromossómico perdido e do número de genes aí localizados. Material e Métodos: Os autores apresentam o caso de um indivíduo do sexo masculino, de 11 anos de idade, referenciado para estudo citogenético por apresentar um quadro clínico de atraso de desenvolvimento psicomotor, défice cognitivo e problemas de comportamento. Realizaram-se culturas sincronizadas de linfócitos de sangue periférico, bandas GTG de alta resolução e, posteriormente, estudos de hibridação in situ por fluorescência (FISH) com sondas de pintura cromossómica total e subtelomérica, específicas para o cromossoma 14. Resultados: A análise das metafases revelou a presença de uma anomalia estrutural no cromossoma 14, interpretada como uma deleção intersticial do segmento compreendido entre as bandas 14q24.3 e 14q32.1. A análise por FISH permitiu confirmar esta deleção intersticial. Como os cariótipos dos pais foram normais, conclui-se que esta anomalia cromossómica é “de novo”, estabelecendo-se o cariótipo do doente como: 46,XY,del(14)(q24.3q32.1).ish del(14)(wcp 14+,SHGC36156+)dn Discussão: A deleção intersticial encontrada no cromossoma 14 implica uma monossomia do segmento 14q24.3→14q32.1. As alterações descritas mais comuns, associadas a esta deleção, incluem ADPM e algumas malformações minor. Os autores apresentam este caso pela raridade da anomalia citogenética encontrada e comparam-no com a literatura atual.
Peer review: yes
URI: http://hdl.handle.net/10400.18/1191
Aparece nas colecções:DGH - Posters/abstracts em congressos nacionais

Ficheiros deste registo:
Ficheiro Descrição TamanhoFormato 
16Reuniao SPGH_CGMJM_2012.pdf422,45 kBAdobe PDFVer/Abrir


FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.