Utilize este identificador para referenciar este registo: http://hdl.handle.net/10400.18/1077
Título: Dislipidemia hereditária VS dislipidemia ambiental em crianças portuguesas
Autor: Medeiros, A.
Alves, A.C.
Bourbon, M.
Palavras-chave: Doenças Cardio e Cérebro-vasculares
Data: Out-2012
Editora: Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, IP
Resumo: A hipercolesterolemia é um importante factor de risco cardiovascular (CV) cuja origem pode ser ambiental ou genética. A identificação de uma população jovem com elevado risco CV permite uma intervenção precoce, adiando ou suprimindo a ocorrência de doença cardiovascular na vida adulta. A Hipercolesterolemia Familiar (FH) está associada a um elevado risco CV e resulta de mutações em três genes do metabolismo dos lípidos: LDLR, APOB e PCSK9. O Estudo Português de Hipercolesterolemia Familiar (EPHF) realiza a identificação genética de doentes com diagnóstico clinico de FH. O objectivo deste estudo é distinguir entre FH e uma dislipidemia de origem ambiental num grupo de crianças que apresentam o mesmo diagnóstico.
URI: http://hdl.handle.net/10400.18/1077
Aparece nas colecções:DPSPDNT - Posters/abstracts em congressos nacionais



FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpace
Formato BibTex MendeleyEndnote Degois 

Todos os registos no repositório estão protegidos por leis de copyright, com todos os direitos reservados.