Repositório Científico do Instituto Nacional de Saúde >
Departamento de Doenças Infecciosas >
DDI - Relatórios científicos e técnicos >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/10400.18/1009

Title: Programa Nacional de Vigilância da Gripe - Relatório da época 2010/2011
Authors: Gonçalves, Paulo
Pechirra, Pedro
Conde, Patrícia
Guiomar, Raquel
Nunes, Baltazar
Keywords: Infecções Respiratórias
Gripe
Influenza
Vigilância Epidemiológica
Médicos-Sentinela
Serviços de Urgência
Síndroma Gripal
Issue Date: Sep-2012
Publisher: Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge, IP
Abstract: A época de vigilância da gripe de 2010/2011 caracteriza-se por ser a época posterior à primeira pandemia do século XXI, que esteve associada à circulação de um novo subtipo de vírus influenza, o vírus pandémico A(H1N1)pdm09. Nesta época verificou-se um pico de atividade gripal entre as semanas 50/2010 e 5/2011, com a duração de 8 semanas. Durante este período a taxa de incidência atingiu o valor máximo de 121,12 casos por 100 000 habitantes, na semana 52, sendo a atividade gripal considerada como alta/moderada. Do ponto de vista virológico a época teve uma apresentação bifásica, primeiramente dominada pelos vírus influenza do tipo B da linhagem Victoria, e mais tarde pela circulação dos vírus influenza A(H1)pdm09, sendo estes últimos os detetados num maior números de casos (55,7%). A deteção dos vírus influenza do subtipo A(H3) e do tipo B da linhagem Yamagata foi esporádica, e os vírus influenza A(H1) sazonais não foram detetados. Os vírus estudados foram, antigénica e geneticamente, semelhantes às estirpes incluídas na composição da vacina antigripal disponível para a época. Durante a época de 2010/2011, a maior percentagem de casos de gripe (70,4%) foi detetada no grupo das crianças em idade escolar (5-14 anos). Nestas, a doença esteve particularmente associada à infeção com vírus influenza do tipo B, enquanto que a infeção com vírus influenza do tipo A ocorreu, maioritariamente, na população adulta. Na época em estudo ocorreu uma redução na cobertura da vacina antigripal sazonal, na população geral em todos os grupos etários à exceção dos 45-64 anos e em todos os grupos que declararam sofrer de doenças crónicas, à exceção dos diabéticos. Apesar de nenhuma destas diferenças ser estatisticamente significativa, a sua observação concomitante deverá ser considerada como um alerta, incentivando assim o reforço da campanha de vacinação nos grupos alvos prioritários para a vacinação antigripal.
URI: http://hdl.handle.net/10400.18/1009
Appears in Collections:DEP - Relatórios científicos e técnicos
DDI - Relatórios científicos e técnicos

Files in This Item:

File Description SizeFormat
Relatorio PNVG 2010-2011.pdf1.07 MBAdobe PDFView/Open
Statistics
FacebookTwitterDeliciousLinkedInDiggGoogle BookmarksMySpaceOrkut
Formato BibTex mendeley Endnote Logotipo do DeGóis 

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.

 

  © 2010 www.insa.pt - Todos os direitos reservados | Feedback Ministério da Saúde

Estamos no RCAAP Governo Português separator Ministério da Educação e Ciência   Fundação para a Ciência e a Tecnologia

Financiado por:

POS_C UE